sábado, 24 de novembro de 2012

Lição Para Época de Natal




Lição Para Época de Natal

PREPARAÇÃO DOS VISUAIS
Fazer letras em cartolina, de aproximadamente 7 cm X 10 cm, e as figuras correspondentes, conforme a seguinte lista:

(02) F – árvore de Natal (festas)
(08) E – estrela
(07) L – notas musicais (louvor)
(04) I – coração sujo (iniquidade)
(10) Z – Bíblia com cruz (zêlo)

(05) N – manjedoura (nenê)
(06) A – anjo
(01) T – troca de presentes
(03) A – coração vermelho (amor)
(09) L – lanterna (luz)

Colar a ponta de uma fita na parte inferior de cada letra, e na outra ponta colar a figura correspondente. Seria bom variar o comprimento de cada fita para dar um efeito melhor ao acróstico no flanelógrafo.

Colar papel acamurçado atrás de cada letra e figura.

Marcar de antemão com alfinetes a posição de cada letra no flanelógrafo. A colocação das letras será feita no decorrer da lição, e na ordem indicada no texto.

LIÇÃO:
Você já fez todas as suas compras para o Natal? Já arranjou um presente para cada pessoa de sua lista: mamãe, papai, seu irmão, sua irmã, vovó, vovô?
Já pediu o que você quer receber no Natal? Todo mundo agora está pensando em presentes, em TROCAR PRESENTES (1).

No Natal, todos pensam em FESTAS (2) também: comidas especiais, roupas novas, decorações natalinas. E quase sempre está incluída uma árvore de Natal.

Para a maioria das pessoas, estas coisas são as mais importantes no Natal, mas na realidade há um motivo melhor do que presentes e festas para termos no Natal. O motivo do Natal é que Deus AMA (3). Ele nos criou, mas por causa da nossa INIQUIDADE (4), nosso pecado, nós perdemos a comunhão com Deus. Quer dizer que deixamos de ser amigos de Deus.

Deus precisava nos castigar por causa do pecado - e o castigo do pecado é a morte. Mas como Ele nos ama, Ele quis providenciar alguém para tomar castigo em nosso lugar. Não poderia ser qualquer um. Teria que ser alguém perfeito. A única pessoa que poderia ser o nosso Salvador era, então, o próprio Filho de Deus. E no primeiro Natal, o Senhor Jesus veio ao mundo como um NENÊ (5).

Ele nasceu num lugar humilde - numa estrebaria - e foi deitado numa manjedoura. Mas, apesar do lugar pobre onde Seu Filho nasceu, Deus anunciou o Seu nascimento de um modo todo especial. Um ANJO (6) apareceu a alguns pastores que estavam cuidando das suas ovelhas, e ele contou que o Salvador havia acabado de nascer. Depois apareceu uma multidão de anjos LOUVANDO (7) a Deus pelo nascimento deste Nenê especial. Eles cantaram: "Glória a Deus nas maiores alturas e paz na terra entre os homens a quem ele quer bem" Lc:14) Deus também anunciou o nascimento de seu Filho através de uma ESTRELA (8), e isto chamou a atenção de alguns homens sábios do oriente, que saíram de sua terra para visitar o Nenê e Lhe dar presentes. A luz daquela estrela guiou os homens até o lugar onde o Senhor Jesus estava, e eles O adoraram.

Alguns anos depois, quando o Senhor Jesus tornou-se um homem crescido, Ele falou: "Eu sou a LUZ (9) do mundo" (João 8:12). É só Jesus que pode tirar a escuridão do pecado de nosso coração (João 8:12).

E como Ele pode fazer isto? Ele morreu por nós - tomando o nosso castigo sobre a cruz. Ele foi sepultado e depois de três dias voltou a viver. Ele quer entrar no coração de cada pessoa para tirar o seu pecado, mas Ele só faz isso quando é convidado. Você já O convidou para ser o seu Salvador? A Bíblia diz: "quem crê no Filho tem a vida eterna" (João 3:36). Você pode convidá-LO agora mesmo. (Dar oportunidade para as crianças aceitarem a Cristo como Salvador).

Quando temos a Cristo como nosso Salvador, precisamos contar esta boa notícia a outros. Não com timidez ou preguiça, mas com
ZELO (10).

O Senhor Jesus veio, e Ele merece que celebremos o Seu nascimento. É bom que tenhamos festas e troquemos presentes. Mas nunca devemos nos esquecer do principal motivo pelo qual celebramos o Natal - Cristo veios a este mundo para morrer pelos nossos pecados e assim nos dar a salvação e a vida eterna.

Nós lhe desejamos um FELIZ NATAL, um Natal real este ano.

Uma publicação da APEC – O EVANGELISTA DE CRIANÇAS, Out/Nov/Dez 1993.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário